O Sr. Raposo que não é astuto: escritor usa tradução automática

AVISO: Apesar de algumas pessoas dizerem "falem mal, mas falem de mim", gostaríamos que você lesse o artigo abaixo como uma advertência e um pedido para NÃO apoiar este ou outros escritores que usam tal tipo de tática. Se você ficar curioso sobre o assunto, o que é completamente natural, favor usar a amostra de leitura, sempre que estiver disponível na Amazon, para ver o trabalho deste escritor em especial. Você também pode ler a descrição do produto e/ou sinopse para ter um gostinho, mas já aviso que vai deixar um gosto bastante amargo na sua boca. Você não precisa comprar esses livros para ter uma ideia do que estamos falando, então economize o seu dinheiro para investi-lo em livros bem traduzidos!


No começo do ano, enquanto estava pesquisando livros em português que começavam vagarosamente a serem disponibilizados pela Amazon.com.br e Amazon.com, achei vários títulos de suspense escritos por um tal "Heath Fox" (provavelmente pseudônimo, que significa "Raposa do Matagal"). Gosto muito de histórias sangrentas, então li a sinopse para ter uma ideia do que se tratavam e ver se continuariam prendendo a minha atenção o suficiente para eu comprar o livro.

Ai, que decepção! A sinopse era tão sem sentido que me deu dor nos olhos. Aquelas frases não diziam coisa com coisa e, como leitora de português, fiquei coçando a cabeça, tentando entender exatamente o que aquilo tudo queria dizer. Procurei outros títulos do Sr. Fox e achei o mesmo livro em inglês. Li a sinopse do original e tudo fez sentido. A história até que era interessante...

Será que eu estava perdendo a minha capacidade de ler no meu próprio idioma? Não, depois de pensar um pouquinho, desvendei o mistério: o Sr. Fox tinha usado tradução automática, como Google Translate ou Bing, para disponibilizar todos os seus livros em português pela Amazon.com.br!

Vendo a longa lista de livros escritos pelo Sr. Fox, vi que ele tem títulos em todas as línguas da Amazon, ou seja, português, espanhol, italiano, francês e alemão. Só pude verificar as três primeiras, já que não leio nas outras duas, e confirmei que as versões em espanhol e italiano também eram o produto de tradução automática.

Fiquei horrorizada, tanto como leitora, como tradutora. Como pode um escritor achar que é legal usar tradução mecânica e colocar livros à venda para um público estrangeiro dessa forma, sem nenhuma intervenção humana? isso é um grande desrespeito com o leitor! E esse tipo de prática também menospreza o trabalho árduo dos tradutores literários, que atuam como ponte entre as imagens que o autor pinta e aquelas que serão recriadas na mente do leitor depois que o livro passa por um filtro linguístico e cultural.

A primeira coisa que eu fiz foi entrar em contato com o Sr. Fox para avisá-lo do que estava se passando. Presumindo que ele é monolíngue e capaz de falar, escrever e compreender apenas a língua inglesa, ele provavelmente não faz a menor ideia dos danos que está causando. Tentei falar com ele umas duas vezes pelo seu site oficial e aqui vai uma cópia da carta bem-educada que eu escrevi.

Caro Sr. Fox,

Venho por meio desta, em nome de um grupo de tradutores para tratar das traduções automáticas dos seus livros que estão disponíveis nos sites da Amazon em outros idiomas e contar-lhe que elas não são nem um pouco profissionais e agem em detrimento dos seus leitores.

Alguns de nós entramos em contato com a Amazon e estamos tomando as devidas providências para retirar seus títulos traduzidos da loja, pois acreditamos que os consumidores estão sendo enganados sobre o conteúdo dos seus livros em suas línguas maternas.

Após ler a sinopse dos seus livros, podemos ver claramente que essas traduções foram geradas por computadores, ou seja, não houve intervenção humana a fim de fornecer uma versão intelegível do seu trabalho.

Pedimos que tenha em mente que não estamos criticando a qualidade do seu trabalho, já que os originais em inglês parecem ser bastante divertidos. Entretanto, ao disponibilizar traduções automáticas para os leitores internacionais, o senhor está os desrespeitando e oferecendo produtos fraudulentos.

Considerando o acima exposto, estamos entrando em contato para que o senhor resolva esse problema. Gostaríamos de ajudá-lo a disponibilizar seus livros em outras línguas da maneira correta, em benefício dos leitores e preservando a sua imagem como autor.

Aguardamos ansiosamente a sua resposta para podermos ajudá-lo a alcançar as suas metas de publicação de forma bem sucedida e transparente. Se não entrar em contato até o dia 18 de março, ou seja, em cinco dias, iremos a público com uma carta aberta e o senhor poderá perceber vários comentários negativos sendo publicados nas páginas dos seus livros na Amazon e nas demais lojas onde as suas traduções automáticas estão disponíveis.

Favor entrar em contato para explicarmos o assunto e o senhor poder obter sucesso nos mercados estrangeiros com os seus livros de suspense bastante interessantes.

Atenciosamente,
RAFA LOMBARDINO

Como você pode imaginar, não ouvimos nem um pio; caso contrário, eu estaria publicando o lado dele desta história. Assim sendo, encorajo a todos os leitores de idiomas estrangeiros a irem ao site da Amazon cujo público-alvo encontra-se no seu país e que procure por "Heath Fox" na categoria "Livros". SEM COMPRAR UMA ÚNICA CÓPIA (por favor, não jogue o seu dinheiro fora!), leia a sinopse traduzida por computador.

Se você ficar tão horrorizado como eu depois de ler aquelas linhas sem nexo no seu próprio idioma, favor deixar um comentário na página do livro para avisar outros leitores que eles estariam comprando um produto fraudulento.