Novo site cria ponte entre escritores e tradutores

Aproveitando as mudanças que estamos observando no paradigma editorial, um website recém-criado tem por objetivo intensificar a tradução literária em todo o mundo. BabelCube veio para criar um espaço social para colaboração, no qual os escritores podem publicar informações sobre os seus próprios livros que gostariam de ver traduzidos e os tradutores podem fazer oferecer seu trabalho e enviar amostras para consideração.

O site, criado por Carlos Granados, oferece 10 passos simples para os tradutores identificarem os escritores e livros que seriam uma boa opção, de acordo com as suas habilidades e o idioma-alvo. Tem também informações sobre como distribuir e promover os livros depois de a tradução ser concluída, além de fazer a gestão dos direitos autorais. Além disso, editoras e agentes literários também podem criar uma conta no website se quiserem atuar como "olheiros" e encontrar títulos que poderiam trazer para os seus próprios mercados.

Em troca dos serviços prestados e do uso da sua plataforma, BabelCube faz parte da divisão dos direitos autorais, recebendo proporcionalmente à longevidade das vendas. No começo, são os tradutores e o site que ganham mais e, com o passar do tempo, são os escritores que colocam a maior parte do pagamento no bolso.

O projeto está apenas começando―o primeiro texto publicado no blog data de julho deste ano―mas será interessante ficar de olho na possível expansão a medida que escritores e tradutores começarem a se cadastrar no site e interagir. Quando for anunciado que o primeiro projeto que saiu do BabelCube tornou-se um sucesso ou está sendo considerado por estúdios de cinema, por exemplo, mais websites vão aparecer na internet oferecendo serviços semelhantes, desequilibrando a balança mais ainda para o lado da publicação independente e menos para o lado das editoras tradicionais.