E o próximo livro que vou traduzir é: "Mahko's Knife" de John O'Dowd

Estou super animada para dar início ao meu próximo projeto de tradução literária: a versão brasileira de "Mahko's Knife" de John O'Dowd. 

Esse vai ser o livro mais longo dos que eu já traduzi (117.747 palavras) e acredito que o maior desafio que me espera é a tradução de alguns termos militares.

Cheguei a trabalhar com um boletim informativo e um site de notícias patrocinado por militares americanos, mas a maioria do conteúdo estava no contexto das missões humanitárias. Porém, espero que este suspense tenha muitas idas e vindas explícitas e realistas, já que o autor é ex-comandante de uma unidade de tanques de guerra, advogado militar e soldado paraquedista.

Ainda não li o livro, então vou vivenciar cada acontecimento durante o processo de tradução, o maior objetivo disso sendo encontrar as palavras que se encaixam direitinho com as impressões que vou ter da história como leitora. 

Aqui vai a sinopse oficial:

Pense em Jason Bourne, mas com sangue Apache, tendo a sua família ameaçada. Coloque-o no deserto do sudoeste americano. Este é Mahko Anaya. Quando o criminoso Juan Martinez sequestra dois adolescentes para se vingar, Mahko segue a pista até encontrá-los no Barranco de Cobre, no México. Mahko, ex-membro de elite do Exército dos Estados Unidos, usa sua experiência militar, seu espírito ancestral e sua persistência contra a quadrilha de assassinos obstinados. Um dos adolescentes sequestrados é seu filho e um aluno exemplar. Entre eles, vem à tona uma fúria tão implacável e perspicaz quanto uma matilha de lobos.